Ponte de Pedra Na Grécia

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Ta aí uma das pontes mais maneiras que já pude cruzar até hoje.

Fica bem no interior da Grécia, um lugar que parece meio perdido no tempo quando você olha ao redor.

Mas, de novo, estamos falando do país da história não é?! Heheheh

Seguinte, nesse post rápido de hoje quero passar o processo por trás dessa foto.

Apesar da paisagem ser bastante bonita, não se engane… não é fácil capturar fotos incríveis a menos que você saiba o que está fazendo.

Prestei bastante atenção na composição, combinando todos os elementos de forma harmônica.

Posicionei o arco principal e o seu reflexo no centro da foto na parte inferior segundo as proporções douradas, a as montanhas ao lado como se fossem frames/molduras naturais.

Elas acabam também sendo linhas guias até o horizonte.

Após ter escolhido uma composição bacana, resta capturar usando configurações ideais:

  • Câmera Canon 700D (t5i)
  • Lente Sigma 10-20 (em 10mm)
  • f/11
  • 1/5 (com tripé)
  • ISO100

 

Note que optei por um ISO baixo para ter mais qualidade de imagem. Fiz isso somente porque estava com um tripé.

Caso contrário, jamais conseguiria ter uma foto nítida com uma velocidade do obturador tão baixa (1/5). Seria necessário aumentar o ISO ou abertura do diafragma para equilibrar.

Recapitulando então: essa foto é marcante principalmente pela composição, que combina linhas guias (leading lines) e proporções douradas (golden ratio).

Isso tudo a gente cobre na prática, em vídeo, e com vários exemplos no nosso curso Master de Fotografia e Pós-processamento. Se você ainda não está dentro, clique aqui: http://caradafoto.com.br/master

Um grande abraço,

Ricardo