De Boa Curtindo Um Capim

Mais uma foto tirada no parque Yellowstone, nos Estados Unidos. Olha, bati tanta foto aqui que é até difícil de organizar. Todo lado que você olha tem coisa bacana.

Pois bem, era final de tarde e estava voltando de carro pra cidade, curtindo a paisagem, quando os carros simplesmente pararam na pista e foi se formando uma fila. Aprendi lá que isso é indício de algum animal na estrada ou bem próximo dela.

Inclusive, bacana mencionar que esse parque é uma reserva natural. Então você tem ursos, alces, coiotes, bisões, falcões, águias, “ovelhas montanhistas”, leões de montanha, lobos, esquilos, e por aí vai. Mas o melhor é que eles estão no habitat natural deles. Então a experiência é realmente INTENSA. Digo isso porque se você der de frente com um lobo, urso ou algo do gênero… não tem guardinha nem cerca de proteção. É você e você mesmo contra o que for, então é importante seguir certinho as instruções que eles dão na entrada no parque.

Bom, o modelo da vez acabou sendo esse alce suuuper tranquilo, de boa ali curtindo um capinzão de janta. Nem aí pros turistas. Claro, peguei minha câmera, desci do carro e fui no melhor estilo ninja o mais perto possível e já era! Como estava sem lente zoom na hora, tive que fazer o zoom das antigas mesmo: andar!

As configurações foram:

  • Canon 700D
  • Lente 18-135 (em 135mm)
  • f/5,6
  • 1/60
  • ISO 800

 

Curti bastante a foto!

E você, também ama fotografia? Já viu o nosso curso bestseller de Fotografia Ponta-a-Ponta? Dá uma olhada na apresentação, clique aqui.

Se você é iniciante e quer dominar os pilares, recomendo nosso outro curso de Introdução à Fotografia Digital. Veja clicando aqui!

Um abraço,

Ricardo

  • Bessem Hamud

    Encontrar animais em seus habitats naturais é fantástico, esse alce que encontrou é lindo. Esse amiguinho encontrei pelas serras de Santa Catarina.

    • Muito bacana, momento perfeito! Esse aí também estava bem de boa pelo visto, heheh
      É realmente OUTRA coisa ver eles por aí, fora de gaiolas de ferro e cercas… fantástico mesmo 🙂