Correria Frenética No Centro De Hong Kong

Neste dia em Hong Kong eu decidi sair pra caminhar a noite com o tripé nas costa para conquistar um único objetivo:

Capturar uma foto que passasse claramente a sensação de estar de pé no centro da cidade em meio à um turbilhão de pessoas indo de cá pra lá.

Uma foto que capturasse de fato o ritmo frenético da cidade!

Este é um desafio grande para qualquer fotógrafo! Passar emoções através de fotos é sempre extremamente difícil.

Mas enfim, quem não gosta de um bom desafio, não é?

Eu achei um cruzamento bem movimentado, achei um ponto estratégico e cravei meu tripé.

Aí foi só ficar esperando o semáforo abrir e fechar e a multidão de pessoas começar a cruzar na minha frente.

Muitas pessoas ficavam me olhando como seu eu fosse um extra-terrestre ali com meu tripé no meio da rua, mas enfim, elas não sabiam que estava tendo o privilégio de serem capturadas pelo Cara Da Foto! hahahah…

Se você já tira fotos a bastante tempo, tenho certeza que passar vergonha e chamar atenção são coisas que acontecem seguido hehe… esta é a aventura!

Enfim, eu setei uma velocidade do obturador mais longa pra poder pegar justamente a sensação de movimento da foto, por que eu acredito que isso passa uma emoção legal do que é estar lá presente. O que você acha?

A respeito das configurações técnicas pra esta foto:

  • Câmera 60D (no tripé)
  • Lente Sigma 10-20 (em 20mm)
  • ISO 100
  • F/10
  • 1.6 seg de exposição

 

Compartilhe comigo aqui nos comentários o que você achou da foto =)

Eu e o Ricardo desenvolvemos cursos em vídeo para ensinar fotografia de uma forma totalmente diferente do que as pessoas vêem por aí, logo, se você ama esta arte, CLIQUE AQUI!

Um grande abraço,

Rodrigo

  • Larissa Victória

    “O que aquele cara faz tirando foto ali!? Eu hein, vou andar por aí de máscara” Heheheh, fotógrafos são os aliens para meros humanos!

  • Nanda Botelho

    Eu ainda não me sinto totalmente à vontade pra protagonizar micos fotográficos. .. rsrs Mas entendo que pra uma boa foto não há outro caminho. O efeito fantasma, passa sim a ideia de movimento frenético e dá um toque de beleza à foto, contrastando com os prédios estatísticos. Muito bonita a foto!

    • legal que curtiu a foto Nanda =)
      Ah, aposto que quando precisar vai se ver lá fazendo o que for necessário por aqueeela foto de esbugalhar os olhos, nao importa a quanto vergonha possa passar hehe

  • Alessandro Lima

    Por essa foto, já posso imaginar o que será o próximo curso lançando pelos caras da foto. Eu quase comprei o curso de HDR do Trey essa semana, mas vou esperar o que vocês… : )
    Gostei do curso do Serge Ramelli também, mas… melhor esperar. Abraço