Como IMPRIMIR suas Fotos

Imprimir fotos é um assunto que parece ser complicado para muitas pessoas, não é?

A dúvida sempre aparece por aqui.

Todos querem saber quais são as melhores configurações para se fazer a exportação: qual a melhor resolução; o melhor formato; o melhor tamanho; como equilibrar as cores; e por aí vai…

Bom, eu não sendo nenhum profissional de gráfica nem especializado em impressões, dei meus pitacos sobre o assunto e contei como EU FAÇO para imprimir minhas próprias fotos.

Inclusive, usei o famoso quadro aqui do cenário como referência para você 🙂

A foto em questão é esta aqui:

Clique na foto para ver em tamanho maior…

Você pode ver todos os detalhes técnicos desta foto clicando aqui também, se tiver interesse:

Legal, legal! 🙂


Agora, falando mais sobre as etapas do processo que você viu no vídeo:

  1. FOTOGRAFAR EM RAW
    • Recomendamos isso para todas as suas fotos, sejam para impressão ou não. Comprovadamente você tem mais controle na hora de editar tudo e também a qualidade final é consideravelmente superior.
  2. TRANSFERIR E PÓS-PROCESSAR
  3. EXPORTAR A FOTO PARA IMPRESSÃO
    • Aqui é onde o bicho pega, né?
    • Bom, recomendo que reveja o vídeo se tiver alguma dúvida referente a salvar as fotos usando JPEG, PNG, TIFF ou PSD (eu uso sempre todas essas opções).
    • Ah sim, a questão dos DPI e “tamanho físico” da foto são bastante importantes também.
  4. IMPRESSÃO FOSCA OU BRILHOSA
    • Outra coisa que eu só fui descobrir testando.
    • Apesar da foto do meu quadro ter sido feita em papel FOSCO, como você viu, a impressão em papel BRILHOSO parece ser mais colorida e contrastada.
    • Eu costumo fazer o seguinte: quadros em papel FOSCO e fotos para porta retrato em papel BRILHOSO.
  5. LAMINAÇÃO
    • Se você tiver pretensões de emoldurar sua foto com vidro na frente, talvez a laminação não seja necessária.
    • Como você viu, no meu caso foi feita a laminação já que a foto ficaria 100% exposta, logo, essa camada protetora é pertinente.
  6. MOLDURA
    • Essa etapa é puramente estética e pode variar muito de acordo com o seu gosto.
    • Considere aquilo que disse sobre uma moldura complementar ao resultado que você busca, ao invés de uma moldura talvez muito chamativa.

Simples, simples, não é? 🙂

Agora, como já foi dito:

  • Essa não é a única nem a melhor forma de se fazer suas impressões. É simplesmente o método que EU uso e talvez possa te interessar

Legal, espero que esse post tenha te ajudado de alguma forma.

Um abraço forte nosso e até o próximo,

Ricardo


Lembrando que você pode começar ainda hoje um curso de fotografia com a gente. Todos eles são online e com acesso vitalício.

Ou seja, aí mesmo do conforto da sua poltrona preferida você pode assistir as vídeo aulas e aprender como tirar as melhores fotos da sua VIDA em tempo recorde.

Clique AQUI se quiser se juntar ao nosso exército de alunos, hehe. São mais de 15.000 “minas” e “caras” da foto por aí 🙂

  • Rodrigo Monteiro

    Qual local/site você indica para comprar moldura?

    • Nenhum específico, Rodrigo. Busco sempre soluções disponíveis na cidade que eu estiver. Geralmente o trabalho é bem bom

  • Larissa

    Só lembrando que se colocar foto brilhante em porta retrato ela nunca mais sairá de lá.

    • Algumas realmente ficam grudadas no vidro, não é? 🙂