[Na Prática] Abu Simbel: Fotografando Templos Milenares no Egito

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Ahhh fazia tempo hein! Baita saudade desses vídeos de fotografia na prática pelo mundo…

Fique tranquilo(a) porque agora voltamos com força total! 🙂

Seguinte, no vídeo de hoje eu estava em Abu Simbel, no Egito, há mais ou menos 3 horas e meia de carro desde a cidade de Aswan.

Apesar de incrível, esse não é um lugar muito popular entre os turistas, infelizmente. A cidade fica mais ao sul e por lá a história é beeem diferente de Cairo, por exemplo, no que diz respeito a infraestrutura e etc. 

Ah, você vai me ouvir falar no vídeo, mas quero deixar aqui em escrito também que para chegarmos até esses templos tivemos que pegar um COMBOIO as 03:00 da manhã.

Essa experiência talvez foi uma das mais ASSUSTADORAS que já tinha vivido… tenso!

Saca só, como estive lá numa época de bastante tensão por causa dos atentados terroristas, a segurança era sempre altíssima por tudo, então antes mesmo do nosso comboio sair precisamos passar por vários checkpoints de segurança onde soldados e cães fiscalizamos os veículos em busca de armas e explosivos.

Ficar no banco de trás de um carro num país onde você não entende bulhufas de nada escrito ou dito, vendo tanques e armamentos pesados pra todo lado, é no mínimo assustador.

Ah sim, o comboio andava pelas estradas de farol apagado quando ainda estava escuro. Criei coragem e perguntei pro nosso motorista (que mal falava inglês) o motivo disso, e ele disse: “é para evitar chamar atenção…”.

Eeeee laiah, hehe.

Mas claro, deu tudo certo e a experiência toda entrou para a história! Hoje a gente dá risada, mas na época o sentimento era bem diferente…

Agora seguinte, sobre as fotos do vídeo, as configurações que usei foram:

  • Câmera Canon 700D
  • Lente Sigma 10-20 (em 12mm)
  • ISO100
  • f/7.1
  • 1/1250

 

Importante mencionar que a primeira foto não foi um panorama. A segunda sim, resultante de 8 fotos separadas.

Como bônus, dá uma olhada nessa outra foto que gostei bastante mas decidi não colocar no vídeo:

Clique para aumentar
Clique para aumentar

Isso aí, espero que tenha se inspirado a sair da zona de conforto e se aventurar também! Às vezes essas experiências tornam-se aquelas que mais gostamos de contar para nossos amigos e familiares depois 🙂

✫ Obs: Se você ainda não se juntou à família de milhares de alunos do nosso Curso Master de Fotografia e Pós-processamento, veja com seus próprios olhos porque as pessoas estão dizendo que esse é o curso mais completo e prático em língua portuguesa no mundo todo. Clique aqui!

Um grande abraço,

Ricardo