[Na Prática] O Poder do Inusitado Na Fotografia

Tempo de leitura: 1 minuto

Sabe aquelas fotos que você não tinha ideia nenhuma de fazer?

Aquela oportunidade que parece ter caído do céu para você apontar sua câmera e clicar?

Pois é, aí eu te pergunto: por que raios muitas pessoas nem conseguem perceber situações assim?

Na verdade a resposta é bastante simples: OLHO FOTOGRÁFICO

Algumas pessoas simplesmente não tem ou preferem não usar desse dom magnífico que todo apaixonado por fotografia deveria ter.

Hoje o Rodrigo fala um pouco sobre isso e mostra 2 fotos inusitadas que nossos olhos atentos não deixaram passar desapercebidas.

Veja elas aqui:

CANON 60D | 18-135 (@100mm) | ISO125 | 1/60 | f/5.6
CANON 60D | Canon 18-135 (@135mm) | ISO125 | 1/200 | f/5.6

Bacana, né? Curto demais esse clima quente e alegre de pôr do sol. Principalmente no mar 🙂

Se curtir também, passe adiante e ajuda mais pessoas à acordarem para essa beleza incrível que nos cerca!

Veja o vídeo do Rodrigo:

Um abração nosso e até mais,
Rodrigo & Ricardo

  • Paulo Ricardo

    Salve, Rodrigo!

    Curto muito também fotos de pôr do sol e silhuetas.

    Agora, uma coisa me intrigou ao olhar atentamente a foto da silhueta: apesar do ISO bem baixo usado na captura, a parte acima do horizonte (mais amarelada) da foto está meio “pixelada”, parecendo ruído. Por que isso aconteceu?

    Cordialmente,
    Paulo Ricardo Ferreira

    • Note que nesse caso foi usado um filtro artístico do photoshop, como se fosse uma pintura feita à mão. A foto original nao tinha qualquer tipo de ruído ou noise, justamente pelo ISO baixo. Forte abraço =)

      • Paulo Ricardo

        Caro Rodrigo,

        Penso que seria interessante isso ser mencionado.

        Forte abraço =)