[Tutorial] Explorando Perspectivas Diferentes No Karnak Temple (Egito)

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Você que já acompanha a gente aqui do Cara Da Foto há algum tempo, sabe que na fotografia uma das coisas mais importantes é a COMPOSIÇÃO usada pelo fotógrafo.

Dito isso, a fotografia é uma arte… e quando se fala em arte no geral fica bem difícil de se usar termos como “certo” ou “errado”, não é?

Pois é… mas você pode SIM embasar-se em técnicas e conceitos que naturalmente farão suas fotos mais agradáveis para todos que olharem. Parece sensato, não acha?

Inclusive, recomendo que você veja um artigo muito maneiro que escrevi sobre isso (com várias fotos de exemplo e etc):

Clique para ir até o artigo
Clique aqui para ir até o outro TUTORIAL

Legal, legal, mas então… o que essa foto de hoje tem a ver com isso que disse até agora?

Simples: TUDO!

Veja, nesse dia eu estava na cidade de Luxor, no interior do Egito, visitando um templo incrível chamado de Karnak Temple.

O lugar é imenso e você pode passar horas e mais horas circulando de um lado para o outro tentando fazer sentido de como aquilo pode existir. E também, é claro, fotografando.

Quando me deparei com essas colunas gigantescas enfileiradas em vários corredores, logo vi oportunidades fotográficas.

Tradicionalmente em situações assim onde você pode facilmente identificar padrões em coisas que se repetem ou seguem uma certa ordem, explorar a SIMETRIA na composição é uma boa ideia. Veja esse exemplo:

Clique para ver em tamanho maior...
Clique para ver em tamanho maior…

Viu só? Bacana! Como eu disse, simetria em cenas assim é sempre uma boa ideia!

Agora, eu quis também inovar um pouco. Colocar a minha pitada artística e de personalidade, afinal certamente eu não sou o único fotógrafo a ter a ideia dessa foto simétrica logo aqui em cima.

Mas eu te garanto que uma foto como essa abaixo eu certamente fui um dos únicos (se não O único) a ter feito:

Clique para ver em tamanho maior...
Clique para ver em tamanho maior…

Igualmente bacana, porém muito mais impactante e marcante na minha opinião.

Agora, não tem nada de aleatório na minha escolha de composição. Muito pelo contrário!

Nessa foto eu decidi explorar cuidadosamente duas coisas:

Linhas guias + Perspectiva

Você pode ver mais sobre LINHAS GUIAS e PERSPECTIVAS naquele tutorial que comentei lá em cima, clicando aqui.

Mas resumidamente, eu decidi posicionar a câmera propositalmente torta, quase que na diagonal com as pilastras formando uma espécie de linha guia com a base delas:

Clique para ver em tamanho maior...
Clique para ver em tamanho maior…

Note que eu não posicionei exatamente na diagonal porque o resultado ficaria pior na minha opinião. Na hora fiz alguns testes para ver e achei que ficou esquisito, meio confuso até. Tem situações onde isso funciona como uma luva, e outras em que not so much

Mas em todo caso, usei o mesmo princípio da diagonal mas dosando um pouco até atingir o efeito que eu tinha em mente.

Outra coisa, a cereja do bolo poderia ter sido posicionar o ponto final da linha guia respeitando também a golden ratio. Mas achei que assim a foto ficou mais harmônica 🙂

Espero que essas imagens aí tenham mais facilitado do que complicado as coisas na sua cabeça, hehe 🙂

Ah, na parte das configurações, não teve segredo nenhum:

  • Câmera Canon 700D
  • Lente Sigma 10-20 (em 11mm)
  • f/8
  • 1/13
  • ISO100

 

Fácil, fácil né? Como eu te disse: a COMPOSIÇÃO tem muito mais peso nas fotos do que o equipamento e as configurações usadas.

Legal, espero que tenha curtido e aprendido algo aqui hoje.Box_Master_Med

🔴 Obs: Eu e o Rodrigo nos aprofundamos muito mais no nosso Curso Master de Fotografia e Pós-processamento. Tudo em vídeo e gravado na Nova Zelândia, cobrindo vários cenários e situações diferentes para passar, na prática, o menor caminho possível para VOCÊ capturar as suas melhores fotos. Clique AQUI e veja você mesmo(a)!

Um grande abraço e até mais,

Ricardo

  • Marcelo de Alcantara

    Na sua foto, o que você fez foi usar o pouco conhecido, mas de muito valor e com efeito impressionante, ângulo holandês. Um dos truques mais simples, elegantes e eficientes Do cinema, também aplicável (é claro) na fotografia.

    Abraço.

    • Isso aí! Na fotografia, como em qualquer outra arte, pensar fora da caixa e sair dela é sempre uma ótima ideia =)