A Vista Mais Famosa De Seattle (+ Dica de Composição)

Me lembro desse dia como se fosse hoje… foi muito engraçado heheh.

Estava com a minha namorada fazendo uma roadtrip pelos Estados Unidos, e essa cidade (Seattle) era a última do itinerário de 20 e tantos dias na estrada.

Eu já tinha dirigido quase 7 mil quilômetros nos últimos 20 dias, então imagina o nível do MEU combustível =P

Pois bem, o dia dessa foto foi o mesmo que chegamos na cidade. Fomos corremos para o hotel deixar as tranqueiras todas para procurar algum lugar bacana e curtir o pôr do sol.

A recepcionista foi super gente boa e apontou um lugar “mega famoso, que provavelmente estará bem lotado de fotógrafos… mas vale a pena! É a melhor vista da cidade”. Ai eu pensei comigo mesmo “…sabe nada inocente, vai ser moleza depois desses últimos dias” heheh.

Eis que chegando lá, o lugar estava, de fato, muito LOTADO de fotógrafos e umas tribos estranhas lá da cidade. Parecia uma fábrica da câmeras de tantas que tinha hahah.

Mas claro que o CARA DA FOTO tem passe livre por todo o mundo, então já cravei meu tripé lá num espaço que vi e boa!

Perceba como eu fiz minha composição: de um lado tenho o Space Needle (torre) e do outro aquela montanha magnífica que parece muito com o Mount Fuji do Japão. Esses dois são o foco principal da foto, e entre eles, os os prédios e outros landmarks da cidade.

Agora pega só a dica que prometi dar para você hoje:

  • Em cenas panorâmicas de lugares amplos, distantes e com bastante detalhes, faça PANORAMAS!

 

Óbvio o suficiente? Pois é, panoramas em cenas panorâmicas… faz sentido.

Por quê raios então a gente vê trocentas fotos que pegam mais céu do que o foco em si da foto? Heheheh

Essa minha foto não foi um panorama em si, acabei cropando um pouco das regiões extras depois no pós processamento e fechei a atenção naquilo que interessa. Ou seja, você pode fazer isso com qualquer foto sua, não precisa necessariamente ter feito várias fotos para panorama 🙂

Usei essas configuraçōes:

  • Canon 700D
  • Lente Canon 18-135 (em 37mm)
  • ISO100
  • 1/10 (com tripé)
  • f/7.1
  • Modo AV

 

No pós-processamento, além do crop, reforcei as cores e também o contraste de luz. Nada de muito avançado.

Isso aí, siga essa dica rápida na próxima oportunidade que tiver e veja a diferença que faz na reação das pessoas que virem.

Ah, se você quiser fazer parte dos nossos cursos bestsellers de fotografia, clique aqui e vamo junto! A gente leva você pela mão por toda jornada rumo às fotos de ESBUGALHAR olhos. Clique aqui.

Grande abraço,

Ricardo

  • Show!!!

  • André Ruiz

    Bacana. Muito bom!

  • Don Ramón

    Bela foto! Ótima dica! E grande trabalho!

  • Cristiane Jesus Santos Laserra

    Adoro esse lugar, muito lindo, sorte não estar chovendo hehehe, parabéns pelo sucesso. Grande abraço.

    • Bacana que curtiu tbm, Cristiane! A vista é muito boa mesmo… as fotos precisam fazer jus a beleza do lugar heheh. A propósito, baita sorte mesmo ter pego tempo bom.. foi o único dia assim se me lembro bem